sábado, 28 de maio de 2011

Chove chuva, chove sem parar...


Certas coisas da minha vida, depois que passam, parecem que não foram comigo. Parece que estou narrando uma história ou lendo algo que não aconteceu. Fica muito distante, como a lembrança de ter visto um bom filme, lido um livro que me emocionou, alguma coisa em pedaços sem conexões.

Hoje tirei o dia para curtir a minha preguiça, ficar deitada na cama, comendo chocolate, enrolada no edredom e olhando a chuva bater na minha janela.

Quem lê pode pensar: ‘Que coisa banal e sem sentido!’. Porém me traz uma paz, uma tranqüilidade, uma sensação de bem estar tamanha. E não precisa fazer sentido para ninguém, já que faz um sentido enorme para mim.

Nunca tive problemas com minha solidão, gosto de ficar sozinha e reaprendi a ficar sozinha, a gostar da minha companhia. Ouvir minhas músicas, cantar em voz alta, rir de alguma idiotice da TV, ler meus livros até ficar cansada, dormir...

O que tem isso a ver com histórias que não parecem que foram comigo? Simples! Nestes momentos, estas lembranças vêm. Estes pedaços sem conexão, coisas boas que aconteceram comigo, até as ruins, mas tudo, tudo isso, forma o que eu sou e no que eu me tornei.

Algumas lembranças fazem com que congele minha espinha, umas que eu sinto falta, outras que me dão medo, outras que me dão angustia por ter deixado acontecer, outras que me fizeram gargalhar até doer, mas uma coisa é certa: Não me arrependo de nada!

E hoje, só quero ficar aqui, no meu cantinho, sentindo o vento frio bater no meu rosto, olhando a chuva e deixando-a levar e lavar todas as minhas lembranças, trazendo coisas boas que ainda estão por vir.

Chove chuva, chove sem parar...

.

2 comentários:

  1. Felipe L Milianos29 de maio de 2011 17:33

    Nossa, muito bom isso e de fato, certas coisas acontecem em nossas vidas e que são difíceis de se assimilar! Isso me faz pensar também, que as vezes trazemos de volta em pensamentos, erros passados, onde os reconstruímos em nós, ou pelo menos tentamos, de uma forma como gostariamos que tivesse sido! Meu prazer em ler-te!

    ResponderExcluir
  2. Tem vezes que é só de uma chuva na janela que a gente precisa pra estar bem....
    GDikastro

    ResponderExcluir