sábado, 6 de agosto de 2011

Tuntz tuntz


Tudo que eu queria agora era muito tuntz tuntz na cabeça. Fechar os olhos, a música entrar no corpo, fazendo-o mexer e delirar conforme as ondas do som. Viajar sem ter pressa de chegar, lugar apara ir, apenas curtir.

Esquecer problemas, esquecer dúvidas, medos, apenas balançar conforme a batida.

Abrir os olhos e deixar o neon embaralhar meus sentidos, me deixar zonza, embriagada de sensações diversas, me levar.

Apenas queria agora, um lugar em que tudo fosse apenas som, luz, cor e dança. Apenas queria um pouco de paz no meio da multidão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário