quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Melissa


O nome “Melissa”, que em grego significa “abelha”, é perfeito para me descrever. Eu posso ser doce como mel e se atacada, ferrôo, causando muita dor. Eu posso estar morrendo de medo, mas não me falta coragem: geralmente não rejeito um desafio ou uma proposta inusitada. Sou intensa, carinhosa, verdadeira e leal. Quando amo, amo de verdade e intensamente. Tenho muitos amigos, mas são poucos os que, de fato, moram em mim... E para esses, o mundo! Sou gentil sempre, mas não consigo fingir ser simpática (sorrisos forçados deformam o rosto!). Sou egocêntrica, dramática, teimosa, ansiosa, impaciente e, às vezes, um pouco melancólica. Além disso, sofro de intolerância (principalmente com relação às pessoas que sofrem de incontinência verbal). Aprecio a companhia de quem sabe rir de si mesmo e desprezo aqueles que sempre se acham os "donos da razão". E tem mais uma coisa: Só faço aquilo que realmente quero fazer. Não tente me obrigar a fazer o que não quero que, certamente, não farei o menor esforço para ser uma companhia agradável. Aprendi com o tempo e a maturidade que a vida sempre cobra seu ônus e, por isso, o bônus tem que valer muito a pena e ser aproveitado até a última gota...

Nenhum comentário:

Postar um comentário